fbpx

Blog

Ilha do Mel: um pedaço do paraíso no litoral paranaense

A Ilha do Mel é uma grata surpresa no litoral do Paraná e atrai turistas de todos os lugares do mundo o ano inteiro. O verão é a estação perfeita para aproveitar as belas praias, os dias de sol e as trilhas da Ilha. Mas não se engane: no restante do ano, tanto brasileiros como estrangeiros procuram esse contato com a natureza para aproveitar as temperaturas amenas e, principalmente, sair da rotina.

O Paraná tem somente 98 km de litoral e não é muito conhecido por suas praias. Mas a Ilha do Mel representa muito bem a região! A rústica e exótica ilha pertence ao município de Paranaguá, sendo que 90% dela está sob proteção ambiental. Inclusive, o número de visitantes na Ilha é restrito a 5.000 pessoas por dia.

A cada ano a Ilha do Mel melhora a sua estrutura para receber os visitantes. Muitas pessoas ainda têm a imagem que a Ilha é lugar de “bicho grilo”, mas a verdade é que a qualidade dos serviços foi melhorando e os preços foram aumentando com o passar do tempo. Ainda assim, é possível encontrar pousadas e restaurantes de todos os níveis de preços. Dá para conhecer a Ilha do Mel em uma dia, ou acampar ou ficar em uma pousada dos sonhos. Só vai depender do estilo de viagem que você está procurando  😉 

O público que frequenta a Ilha do Mel é formado basicamente por famílias, casais e jovens que gostam de surfar e aproveitar boas praias. A Ilha sabe receber muito bem a todos. Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre a Ilha do Mel. Temos certeza que será uma experiência incrível, tanto para descansar como para passear!

Como chegar

A Ilha do Mel fica a aproximadamente 120 km de Curitiba. A única maneira de chegar na Ilha é de barco, que pode partir de Paranaguá, com aproximadamente duas horas de travessia, ou de Pontal do Sul (mais comum) com meia hora de travessia. As barcas possuem horários específicos de saída. Você pode encontrar informações sobre horários e valores no site da ABALINE (Associação de Barqueiros do Litoral Norte do Paraná). Os bilhetes de ida e volta para a travessia são comprados no local de embarque. Se você estiver viajando em grupo, vale a pena contratar um barco privativo – entre em contato conosco para isso.

Ilha do Mel

A Ilha do Mel vista de cima! Foto: Priscila Forone

A estrada que leva a Paranaguá é a BR-277. As barcas que partem de lá demoram mais tempo para fazer a travessia, mas você pode ter a chance de conhecer a região antes de ir para a Ilha do Mel.

O mais indicado é ir até Pontal do Sul. Além da travessia ser mais rápida, os horários das barcas são mais frequentes. O acesso para quem vem de ônibus também é mais fácil. Para chegar em Pontal de carro é preciso pegar a BR-277, a PR-407 e a PR-412. O entorno possui vários estacionamentos para carro também.

“Mas como assim estacionamento para o carro?” Isso mesmo: chegando na Ilha do Mel você não irá encontrar carros e nem motos. Prepare-se para caminhar ou pedalar nas trilhas! Os trajetos podem ser longos, mas a caminhada é tranquila. As trilhas de areia não são inclinadas e são bem sinalizadas.

Depois de decidir se você vai sair de Paranaguá ou Pontal, é preciso fazer mais uma escolha. A Ilha do Mel é dividida em duas “vilas”: Brasília e Encantadas. Falaremos mais sobre elas a seguir, mas antes de pegar a barca é preciso saber para qual delas você vai.

Como o trajeto é feito de barco, a experiência já começa antes de chegar na Ilha do Mel. É uma ótima oportunidade para belas fotos e, se der sorte, ainda é possível ver golfinhos bem próximos do barco. Curta a paisagem e entre no clima  😀 

vista-barco-ilha-do-mel

Você vai encontrar muitas belezas durante o trajeto de barco para a Ilha. Foto: Special Paraná

ilha-do-mel-paraná-brasil

Ponto de embarque e desembarque dos visitantes na Ilha do Mel do lado de Brasília. Foto: Special Paraná

Onde ficar

Já falamos que a Ilha do Mel é dividida em duas áreas. Não existe nenhuma vantagem ou diferença específica, mas para ajudar na escolha, podemos dizer que a maioria dos atrativos estão em Brasília. Os estabelecimentos são mais distantes uns dos outros, mas você vai encontrar muitas opções boas de pousadas e restaurantes. Encantadas também possui uma ótima estrutura e as caminhadas serão menores.

Além disso, escolher entre uma ou outra não vai impedir você de conhecer os dois lados – a não ser que você esteja com pouco tempo. Existem barcos que podem levar os visitantes de um lado para o outro ou você poderá fazer uma caminhada um pouco mais pesada.

Dica! Se você está com tempo apenas para um bate e volta e quer conhecer os dois lados da Ilha, nós recomendamos o nosso passeio Ilha do Mel Completa. Você terá a chance de aproveitar bem a viagem sem se preocupar com nada.

Se você está planejando ficar mais de um dia, pesquisar as hospedagens disponíveis pode ajudar a escolher entre Brasília ou Encantadas. Ambas possuem opções mais econômicas e outras mais sofisticadas.

Vale a pena olhar em Brasília:

  • Astral da Ilha
  • Grajagan
  • Treze Luas
  • Enseada das Conchas

Em Encantadas:

  • Fim da Trilha
  • Caraguatá
  • Orquídeas

A lista vai muito além do que indicamos aqui! Antes de fazer a reserva, nós recomendamos também uma passada no TripAdvisor para conferir a opinião de outros viajantes.

Onde comer

Frutos do mar são o destaque da Ilha do Mel! Mas, se você não é muito fã, é possível encontrar outras opções, inclusive vegetarianas. Como tudo é muito perto, você pode facilmente caminhar e escolher a opção de restaurante que mais lhe agrade. Algumas pousadas possuem ótimas opções gastronômicas.

Sugestões em Brasília:

  • Astral da Ilha
  • Mar e Sol
  • Grajagan
  • Beehouse
  • Café das Meninas

Sugestões em Encantadas:

  • Fim da Trilha
  • Ilha do Malte Beer n’Burger
  • Estrela do Mar

O que conhecer

Quilômetros e quilômetros de praia fazem da Ilha do Mel um lindo atrativo turístico do Paraná. Dividida em cinco vilarejos– Fortaleza, Brasília, Farol, Praia Grande e Encantadas – cada pedaço da Ilha oferece uma vista especial. Entre os pontos turísticos mais visitados estão o Farol das Conchas, a Fortaleza e a Gruta das Encantadas, que carregam muitas histórias e belezas naturais.

O Farol das Conchas fica em Brasília e do alto do farol é possível ter uma vista panorâmica de quase toda a Ilha. A paisagem vale cada um dos 144 degraus! Nesse lado da Ilha também está a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres. Ela abriga muitas histórias e, atualmente, suas ruínas são incríveis estruturas, com canhões protegidos por muralhas, proporcionando uma impressionante vista para o oceano. Para chegar lá a caminhada é um pouco maior, mas também é possível alugar uma bike e fazer o trajeto pedalando – muitas pousadas oferecem esse serviço.

vista-farol-das-conchas-ilha-do-mel

Durante a subida para o Farol é possível contemplar as praias da Ilha! Foto: Special Paraná

ilha do mel

O Farol das Conchas é um dos principais atrativos da Ilha do Mel. Foto: Special Paraná

ilha-do-mel-paraná

Fortaleza na Ilha do Mel. Foto: Special Paraná

fortaleza-ilha-do-mel

Canhões na Fortaleza. Foto: Special Paraná

Já a Gruta, como o próprio nome diz, fica em Encantadas. A praia é praticamente deserta e a gruta deixa o visual ainda mais impressionante.

As praias mais famosas são a Praia Grande e a Praia do Farol. Algumas praias da Ilha do Mel são consideradas as principais do Paraná para a prática do surf. É possível alugar pranchas de surf ou stand-up paddle e até mesmo ter uma aulinha de surf por lá. Não se preocupe em levar cadeiras de praia ou guarda-sol. Você encontrará o serviço de aluguel por lá em algumas pousadas. Se você quer serviço de praia, com garçons trazendo suas bebidas e comidinhas, recomendamos ficar na Praia de Fora e peça na Astral da Ilha.

Ilha do Mel

Entrada para a Gruta das Encantadas. Foto: Special Paraná

ilha do mel 2

Dentro da Gruta é possível ver a praia! Foto: Special Paraná

Por essas e tantas outras razões, ir à Ilha do Mel é uma experiência incrível e surpreendente. Não deixe de levar o celular ou uma câmera fotográfica para registrar todos os momentos e as lindas paisagens!

Para conhecer os atrativos da Ilha, além do percurso a barco, você pode caminhar. Antes de sair informe-se sobre as condições de maré antes de começar uma trilha com pedras. Veja o quadro de distâncias com o nível de dificuldade para cada trilha:

Percurso (só ida) Tempo médio Distância Nível de dificuldade
Encantadas – Brasília 2 horas 6 km Médio (com pedras)
Brasília – Farol das Conchas 30 minutos 2 km Médio (com subida)
Brasília – Fortaleza 1 hora 4 km Fácil
Brasília – Ponta Oeste 3 horas 10 km Fácil
Encantadas – Fortaleza 3 horas 10 km Médio (com pedras)
Encantadas – Farol 2:30 horas 8 km Médio (com pedras)

Mapa da Ilha do Mel

mapa-ilha-do-mel

Dicas para aproveitar melhor a Ilha do Mel

  • Evite levar malas de rodinhas

Como as trilhas são de areia, esse tipo de mala não é nada prático e ela pode até ficar danificada. Prefira malas mais compactas, como mochilas ou bagagens de mão.

Falando em mala, procure levar somente o necessário. Se você for ficar em alguma pousada, certifique-se da distância que você vai precisar caminhar. Quanto menos peso você carregar, mais fácil será a locomoção. No entanto, se por algum motivo você estiver com muita bagagem, é possível contratar o serviço dos carregadores na chegada da Ilha. Os preços são fixos e dependem da distância.

  • Prefira roupas leves e confortáveis

No verão, a Ilha do Mel é muito quente. Leve roupas fresquinhas, leves e confortáveis. Vale para os calçados também – sapatos de salto alto não são recomendados. E claro: não esqueça as roupas de banho para aproveitar melhor a praia! No resto do ano, leve também uma jaqueta leve e calças compridas para não ficar com frio à noite. Não esqueça do protetor solar e repelente.

  • Respeite as trilhas

Caminhe sempre pelas trilhas já existentes. Fazer novas trilhas, além de perigoso, pode prejudicar o ecossistema e confundir o seu trajeto. Durante a noite, a Ilha do Mel fica pouco iluminada. Procure levar uma lanterna para facilitar.

  • Leve dinheiro e remédios que possa precisar

Na Ilha você não vai encontrar caixas eletrônicos e nem farmácias. Para garantir, leve uma quantia reserva em dinheiro, além de cartões de débito ou crédito.  Restaurantes e pousadas costumam aceitar cartão de crédito e de débito, mas passeio de barco, delivery de pizza e outras despesas terão que ser pagas em dinheiro. Não há caixa eletrônico na Ilha do Mel. Para alguma emergência, você poderá sacar dinheiro pagando uma “taxa” no mercado próximo ao trapiche de Brasília.

Não esqueça dos medicamentos que podem ser necessários ou contínuos. O sinal de celular pode ser fraco em algumas regiões, mas não ligue para isso! Você está indo para relaxar…

  • Tenha atenção ao entrar no mar

Essa é uma recomendação importante. Antes de entrar no mar, informe-se com os moradores sobre os lugares mais apropriados. Há lugares com muitas pedras e correntezas, que podem tornar um simples banho de mar em algo muito arriscado. Sua segurança em primeiro lugar!

  • Respeite a natureza

Já deu para perceber que a Ilha do Mel é um lugar que merece e precisa ser preservado. É também responsabilidade sua cuidar da Ilha! Não deixar lixo no chão nem nas praias, não alimentar os animais e tomar banhos rápidos são algumas atitudes que vão deixar a sua viagem mais sustentável.

Turista responsável: 15 dicas sustentáveis para curtir sua viagem e colocar em prática

Passeios para a Ilha do Mel

Como a Ilha fica bem perto de Curitiba, é muito comum que os turistas aproveitem a viagem para combinar os dois destinos. Como explicamos anteriormente, é possível organizar e conhecer a Ilha do Mel por conta própria. No entanto, se você quer facilitar a viagem e aproveitar ainda mais a Ilha, ou se você está com pouco tempo, temos várias alternativas de passeios. Vem com a gente!

final-de-tarde-ilha-do-mel

Lindo final de tarde na ilha, com o Farol ao fundo. Foto: Special Paraná

Ilha do Mel Completa

Aproveite ao máximo um dia na Ilha do Mel, com saída de Curitiba. Visite a Gruta das Encantadas, o Farol das Conchas, a Praia de Fora e a Praia do Farol. Se tiver disposição, poderá caminhar até a Fortaleza. Para seu conforto, o transporte é feito em uma lancha rápida.

>> Mais informações e reservas <<

Ilha do Mel (1 dia)

Passeio privativo no dia que você preferir. Inclui o transporte a partir de Curitiba, barco regular para Nova Brasília OU Encantadas e acompanhamento de um guia de turismo. Recomendamos visitar o Farol das Conchas, mas você poderá montar o roteiro da sua maneira, pois é um passeio privativo. O valor depende do número de pessoas.

>> Mais informações e reservas <<

Ilha do Mel Econômico (3 dias/2 noites)

O pacote inclui transporte privativo no primeiro dia, barco regular, o famoso passeio de trem de Curitiba para Morretes, almoço típico em Morretes, duas noites na Ilha do Mel e retorno de ônibus de linha (passagem inclusa). Uma alternativa excelente para conhecer e descansar na Ilha do Mel.

>> Mais informações e reservas <<

Ilha do Mel Privativo (3 dias/2 noites)

O pacote é basicamente o mesmo da versão econômica, mas o transfer de volta é privativo também e pode terminar no aeroporto. O preço depende do número de pessoas e das datas escolhidas.

>> Mais informações e reservas <<

Trem e Ilha do Mel (1 dia)

Se você é daqueles que quer conhecer tudo rapidinho e tem pouco tempo em Curitiba, esta é uma ótima alternativa. Para que você tenha mais tempo na Ilha do Mel, assim que o trem chegar em Morretes já saímos para lá e você terá um lanche para comer no caminho. O preço depende do número de pessoas.

>> Mais informações e reservas <<

Contrate especialistas e viaje com tranquilidade e segurança. Entre em contato conosco e reserve já seu passeio:

 

Que tal saber das novidades e trocar informações sobre Curitiba nos grupos do WhatsApp de clientes da Special Paraná? Prepare-se para sua viagem para Curitiba e interaja com nossa equipe, com quem já veio ou ainda virá para cá. Saiba como participar!

Você encontrará outras dicas sobre Curitiba e região em nosso guia. Baixe já, é gratuito!

chamada-guia-curitiba-2017