Curitibanês para iniciantes

curitibanês

Quem visita Curitiba pela primeira vez poderá reparar em algumas peculiaridades regionais, tanto na fala como em algumas atitudes. Para isso, preparamos um bem humorado Curitibanês: um guia prático para desvendar expressões curitibanas e curitibanices que você não pode deixar de conhecer! Atenção: algumas dessas palavras são mais conhecidas e usadas pelos curitibanos legítimos, visto que mais de 50% dos moradores não são de Curitiba.

Em dois toques você será um conhecedor do Curitibanês, daí! Sem migué, olha só:

A

Alimentadores: calma, ainda não está na hora do almoço! Esses são os ônibus laranjas que saem dos bairros e colaboram para a integração dos passageiros entre terminais de ônibus.

B

Béra: como chamamos carinhosamente a cerveja por aqui.

Bolacha: bom e tradicional biscoito.

C

Canaleta: rua exclusiva para ônibus.

Capaz! : expressão que pode ir de surpresa a incredulidade.

Carpir: cortar a grama ou retirar o mato. Pode significar também “vai fazer alguma coisa de importante e me deixe em paz”. Você pode mandar alguém “carpir um lote”, por exemplo.

Chachicho: coisa mal feita. Também pode ser escrito com x (xaxixo).

Chineque: é o pão doce com farofinha em cima. Tem o formato de um caracol (schnecke em alemão!). O nome foi abrasileirado por aqui 😉

Cozido: muito bêbado.

D

Daí: esse é bem famoso por aqui. Ele pode vir no início ou final de frases. Dá a ideia de que vamos continuar a falar, mas é só nosso jeitinho de concluir a sentença.

Djanho: usado muito em “piá do djanho”. Significa capeta.

Dois toques: coisa rápida, não vai demorar muito.

Dolangue: mentira.

G

Galeto: ir no galeto significa correr rápido por aqui. E daí, você está atrasado, vá no galeto!

Gengibirra: refrigerante de gengibre, normalmente da marca Cini.

Guria: menina, garota. Pode ser usado com mulheres adultas também.

J

Japona: jaqueta forrada, apropriada para o inverno. Curitiba é a capital mais fria do país, então as japonas são muito usadas. Se vier no inverno, não esqueça de trazer uma!

L

Largar os bets: desistir! Bets é um jogo com tacos e bola muito jogado pelos bairros de Curitiba. Tem até campeonato mundial por aqui…

Ligeirinho: tipo de ônibus que pára em poucos tubos. Normalmente é cinza.

M

Migué: desculpa esfarrapada, mentira, golpe. Ex: “que migué, piá!”.

Mimosa: tangerina, mexirica.

N

Neve: para nós significa esperança. Afinal, todo inverno é sempre a mesma coisa: Ah, esse ano vai nevar certeza! Obs.: as últimas vezes foram em 1975 e em 2013 – nesse último ano nada muito intenso!

P

Palha: qualquer coisa mal feita. Que palha!

Penal: é o nosso estojo para guardar lápis e canetas. Antigamente se escrevia com penas e mantivemos o nome.

Piá: menino, garoto. Pode também chamar um homem assim.

Piá de prédio: menino sem noção que vive em apartamento, não sabe se comportar direito, nem jogar bola ou subir em uma árvore.

Pousar: dormir na casa de outra pessoa. “Ela foi pousar na amiga”.

T

Tesão: expressão usada para dizer que algo é incrível, muito legal, massa. Se ouvir por aqui algo como “que tesão, guria” não se sinta assediada.

Trincheira: é na realidade um túnel, ou seja, uma rua por cima e a outra por baixo.

Tubão: garrafa pet de refrigerante com bebida alcóolica que faz a alegria da garotada da periferia.

Tubo: estrutura de metal e vidro que é ponto de ônibus do ligeirinho ou ligeirão.

V

Vina: nossa salsicha de cachorro-quente. Outra expressão alemão abrasileirada. Wiener Wurst virou só Vina por aqui.

Volte-meia: regularmente. Volte-meia ele passa aqui.

E MAIS:

  • Quando você vier a Curitiba, é muito provável que enfrente todas as quatro estações em um só dia. Prepare-se para o frio, chuva, valor e frio novamente. Alguns dias são muitos especiais e aconchegantes: você encontrará a combinação de um lindo céu azul com um dia de inverno!
  • Dependendo da região em que você mora, pode ser que para cumprimentar alguém sejam dados dois beijos no rosto. Aqui nós damos apenas um beijo. Podemos deixar algumas pessoas no vácuo com isso, mas é sem querer!

Está pensando em vir para Curitiba e procurando passeios bacanas por aqui? Temos muitas opções! Vale a pena visitar nosso site

Para mais dicas baixe agora o nosso Guia de Curitiba. É gratuito!

CHAMADA GUIA NOVO SPECIAL (5)

Categorias Relacionadas

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Bibiana Antoniacomi

Bibiana Antoniacomi

Meu nome é Bibiana Antoniacomi, sou turismóloga, mãe, curitibana e fundadora da Special Paraná Turismo Receptivo.

Recebemos pessoas do mundo todo em Curitiba desde 2007 - somos uma agência de turismo especializada na nossa região.

Você encontrará informações em nosso site que lhe ajudarão a planejar melhor sua viagem. Afinal, queremos que você se encante e ame Curitiba!

Reserve seus passeios conosco e seja você também um cliente “special”. Afinal, nada melhor do que ter especialistas para lhe assessorar para que você aproveite ao máximo sua estadia por aqui.

Você pode entrar em contato conosco no WhatsApp 41 99935-7215, por telefone de segunda à sexta no horário comercial (41) 3076-0743 ou pessoalmente no centro de Curitiba.

Estamos na Rua Voluntários da Pátria, 262, sala 5 (1. andar).

E daí, vem pra Curitiba?