Blog

Lapa: uma viagem ao passado pertinho de Curitiba

Já havia ido para Lapa outras vezes, mas como é uma cidadezinha muito simpática, resolvi voltar e explorá-la com mais detalhes e relatar para nossos leitores e clientes.

  • Está procurando por passeios para a Lapa? Temos passeios privativos saindo de Curitiba para a Lapa de terça à domingo. Para mais informações e reservas, é só clicar aqui!

A Lapa está a somente 70 km de Curitiba, na região dos belos Campos Gerais. Uma cidadezinha linda que retrata muito bem o Brasil do século XIX. A cidade começou com os tropeiros, o que está muito bem ilustrado na entrada da cidade em um belo mural do Poty Lazzarotto.

Tropeiros eram os transportadores do Brasil antes de termos rodovias e ferrovias. Os produtos do nosso país eram transportados por mulas que eram guiadas pelos tropeiros. Eles levavam de tudo para vender e também eram o “correio” da época. Como precisavam descansar a cada 40 km, muitas cidades se originaram por influência deles entre Viamão (RS) e Sorocaba (SP). Os tropeiros existiram no Brasil do século XVII até 1920, aproximadamente. A Lapa é um belo exemplo do tropeirismo no Brasil e você poderá perceber isso em vários detalhes durante a sua visita.

lapeanos-1

Na Lapa você encontrará muitos registros sobre o tropeirismo no Brasil. Foto: Special Paraná

É bom começar a visita à Lapa na Central de Informações em frente à Praça General Carneiro. Ali você poderá assistir a um vídeo curto sobre o Cerco da Lapa. A maioria dos lugares que você visitará fará referência ao Cerco e é bom saber do que se trata para aproveitar mais a visita.

Praça General Carneiro Lapa

Na Praça General Carneiro você encontrará o Central de Informações da cidade. Foto: Special Paraná

O Cerco da Lapa foi uma batalha que durou 26 dias durante a Revolução Federalista em 1894. Os lapeanos receberam a tarefa de frear o avanço dos sulistas maragatos que estavam sob a direção do general Gumercindo Saraiva e que já haviam tomado Curitiba. Para tanto, a cidade recebeu o mineiro General Carneiro, que comandou um exército local formado em sua maioria por civis que lutaram bravamente durante 26 dias até terem que capitular. Apesar da derrota, como a batalha durou tantos dias, o exército republicano (pica-paus) pode ser organizar e derrotou mais tarde os maragatos. Há referências do cerco nos museus da cidade e a Lapa se orgulha muito deste episódio do seu passado.

O centro histórico da Lapa é muito bem cuidado – você não verá postes de eletricidade e as casas estão muito bem preservadas. Você poderá visitar a maioria dos lugares caminhando e prepare-se para fotografar o casario histórico da cidade. Cada museu tem monitores que contarão sobre a história e curiosidades de cada local – muito instrutivo e bacana!

casario-lapa

Aproveite para tirar belas fotos do casario histórico da Lapa! Foto: Special Paraná

Com um cupom de ingressos que custa somente R$ 3,00, você poderá visitar três locais mantidos pela prefeitura: o Theatro São João, o Museu Histórico e o Museu de Armas. A Casa Lacerda é um museu federal e a entrada custa R$ 2,00.

Principais atrações turísticas da Lapa

Logo ao lado da Central de Informações está o Museu Histórico da Lapa, que retrata um pouco mais da história da cidade através de peças raras que tratam da Revolução Federalista e do Cerco da Lapa.

Na mesma praça está o Theatro São João, um simpático teatro com fachada amarela e interior de madeira que funciona até hoje. Ele recebeu a visita ilustre de Dom Pedro II e da imperatriz em 1880.

teatro-são-joão-lapa

Interior do Theatro São João. Foto: Special Paraná

theatro-são-joão-lapa

Fachada do Teatro. Foto: Special Paraná

placa-teatro-são-joão-lapa

Placa que representa a visita imperial em 1880. Foto: Special Paraná

A Igreja Matriz de Santo Antônio é uma construção típica do período colonial do Brasil, com sua fachada característica. Ela foi finalizada em 1784 e faz parte do Patrimônio Artístico e Histórico Nacional.

igreja-matriz-de-santo-antonio-lapa

A Igreja Matriz é uma construção do período colonial. Foto: Special Paraná

A Casa da Memória é mais conhecida como Casa dos Cavalinhos. Repare nos cavalos alados que enfeitam sua fachada. A história da casa é bem romântica: um jovem pobre da Lapa amava uma moça de família mais rica, que não permitia o casamento. Uma noite, ele sonhou com 10 cavalos alados, sendo que dois deles estavam escondidos nas nuvens. No dia seguinte, ele foi à Curitiba e jogou na loteria federal no número 10 e ganhou o maior prêmio. Assim, ele pôde se casar e construiu a casa para sua família em 1888. Os cavalos alados enfeitam a fachada e o interior da casa é decorado com nuvens nas paredes. A casa abriga hoje livros raros, muitos deles trazidos por lapeanos que foram estudar fora do Brasil.

casa-da-memória-lapa

Repare nos cavalos alados da fachada! Foto: Special Paraná

casa-dos-cavalinhos-lapa

Atualmente a casa abriga livros raros. Foto: Special Paraná

Os famosos biscoitos da Lapa podem ser encontrados na lojinha Biscoiteira, que está ao lado da Casa dos Cavalinhos. Ali também é bom para uma parada para sorvete ou água.

biscoitos-da-lapa-artesanais

Não deixe de provar os tradicionais biscoitos da Lapa. São uma delícia! Foto: Special Paraná

O Panteon dos Heróis chama a atenção por seus canhões e sua fachada imponente. No local estão os restos mortais dos lapeanos que morreram durante o Cerco da Lapa, em sua maioria civis.

panteon-dos-heróis-na-lapa

Um dos canhões no Panteon dos Heróis. Foto: Special Paraná

panteon-dos-heróis-lapa

Fachada do Panteon. Foto: Special Paraná

Para conhecer como vivia uma família abastada do interior do Paraná no século XIX, uma visita à Casa Lacerda é obrigatória. A família era a mais influente da Lapa e a mobília da casa é original, doada pela sua última proprietária e transformada em museu federal.

casa-lacerda-lapa

Casa Lacerda é um dos principais pontos para se visitar! Foto: Special Paraná

casa-lacerda-lapa-2

A mobília da casa é original. Foto: Special Paraná

casa-lacerda-lapa-3

A Casa Lacerda é um museu federal. Foto: Special Paraná

O Museu de Armas funciona onde antes era a antiga cadeia da cidade. Ele abriga uma coleção vasta de armas de diferentes épocas: a revolução federalista e a primeira e segunda Guerras Mundiais.

museu-das-armas-lapa

Museu das Armas: antiga cadeia da cidade. Foto: Special Paraná

museu-de-armas-lapa

O museu abriga uma vasta coleção de armas. Foto: Special Paraná

Na Lapa você não pode deixar de experimentar a gastronomia tropeira, servida em restaurantes charmosos como o Lipski ou o Casarão. A comida tropeira se originou no século XVII e você poderá experimentar a quirera tropeira, a paçoca de charque, torresmo, ovo frito, arroz e virado tropeiro. Vale a pena deixar a dieta de lado e experimentar tudo!

comida-tropeira

Imperdível gastronomia tropeira! Foto: SECOM – Lapa.

A Casa Vermelha tem venda de artesanato e produtos da região, como uma famosa cachaça. Há duas salas dedicadas à cultura lapeana. As exposições são tímidas, mas vale passar lá: o tropeirismo e a congada. A congada é uma manifestação religiosa para comemorar o dia de São Benedito. A tradição é muito forte entre os negros da Lapa e continua acontecendo até hoje, sempre no dia 26 de dezembro.

casa-vermelha-lapa

Na Casa Vermelha você visitará as exposições sobre o tropeirismo e a congada. Foto: Special Paraná

casa-vermelha-lapa-2

Foto: Special Paraná

Na Lapa ainda há o Santuário de São Benedito. Imponente e muito bonito, é o maior santuário dedicado a São Benedito em todo o mundo!

santuário-são-benedito-lapa

O Santuário de São Benedito com a sua impressionante arquitetura. Foto: Special Paraná

A Avenida Manoel Pedro é muito simpática, com seu calçadão ao centro, bancos e árvores frondosas. Você verá ali famílias passeando, pessoas se exercitando ou simplesmente descansando. A avenida era chamada antes Rua das Tropas e era por ali que os tropeiros chegavam à cidade.

av-manoel-pedro-lapa

Avenida Manoel Pedro, antes chamada de Rua das Tropas. Foto: Special Paraná

Nesta avenida está a Panificadora Zeni, onde você poderá experimentar a famosa Coxinha de Farofa. Diz-se que a invenção aconteceu em uma festa de São Benedito, quando o salgado foi feito com sobras de farofa de frango e massa de pastel. É uma delícia – não deixe de experimentar. Na Panificadora também há tortas e doces deliciosos. Vale a pena uma paradinha!

coxinha-de-farofa-lapa

A coxinha de farofa é uma das tradições gastronômicas da cidade. Foto: Special Paraná

No passado, a erva mate foi muito importante para a economia da Lapa. Desta época, ainda é possível ver a Hervateira Legendária, onde funciona o Museu do Mate (somente com agendamento). Foi o primeiro engenho de erva mate da cidade, inaugurado em 1884.

museu-do-mate-lapa

Primeiro engenho de erva mate da cidade, atualmente funciona o Museu do Mate. Foto: Special Paraná

A 3,5 km da Lapa, com acesso precário por uma estrada muito esburacada (março de 2016), está o Parque Estadual do Monge. Apesar da estrutura abandonada, de responsabilidade do governo do Estado do Paraná, o local atrai muitas pessoas. Do centro da Lapa já é possível avistar as formações rochosas (escarpas) que formam o parque. Além da paisagem interessante e da vista privilegiada da Lapa, muitas pessoas vão ao Parque do Monge pelo aspecto espiritual. Nele morou no século XIX o Monge João Maria, que tinha fama de curandeiro. Muitas pessoas ainda hoje rezam para o monge e deixam ali velas e seus agradecimentos por graças recebidas. Venha de tênis: há muitas escadas e lugares escorregadios. Traga água e lanche, pois não há nenhuma lanchonete ou restaurante no local.

parque-do-monge-2

Foto: Special Paraná

parque-do-monge

Foto: Special Paraná

parque-do-monge

Foto: Special Paraná

 

Quer conhecer a Lapa? Temos passeios privativos saindo de Curitiba para a Lapa de terça à domingo. Visite a Lapa com nossos queridos guias e experimente a comida tropeira no almoço. Para mais detalhes e reservas, é só clicar aqui.

A estrutura de hospedagem na Lapa é tímida. Além da Lapinha, um spa muito conceituado que está na área rural da cidade, há somente a Pousada Tropeira (no centro da cidade) e o Hotel Tropeiro (na rodovia, próximo à entrada da cidade). Se optar por pernoitar na Lapa, uma recomendação é jantar no charmoso Restaurante Expedito.

pousada-tropeira-lapa

Fachada da Pousada Tropeira e detalhe do Restaurante Expedito. Foto: Special Paraná.

Encontre outras dicas sobre Curitiba e região em nosso guia – é gratuito!

chamada-guia-curitiba-2017

Bibiana Antoniacomi, turismóloga e profissional de turismo desde 1995 e proprietária da Special Paraná Turismo & Eventos desde 2007.