Categoria

O que você precisa saber sobre o passeio de trem para Morretes

O que você precisa saber sobre o passeio de trem para Morretes

 O passeio de trem para Morretes é o mais famoso e mais procurado em Curitiba. Assim, se você está programando sua viagem para cá, esse é um dos passeios que já deve estar em sua lista – e se possível reservado – antes mesmo de chegar aqui! Detalhamos algumas informações e dicas que você deve saber para escolher a melhor opção e ter a melhor experiência durante o passeio.

passeio-de-trem-para-morretes

Como funciona o passeio de trem para Morretes?

Vamos para as informações principais. O trem tem um horário de ida e um horário de volta: às 8h15 (o vagão de luxo sai às 9h15 – você vai ver a diferença depois!) saindo da rodoferroviária de Curitiba para Morretes. Um local de saída central e de fácil acesso, seja de carro ou ônibus. São aproximadamente 3h30 de viagem, mas eventualmente ocorrem alguns atrasos ou paradas em meio a ferrovia, pois os vagões do passeio dividem a ferrovia com trens de carga. Isso não é possível prever e você também não pode deixar de fazer o passeio contando com que isso aconteça – evite ter essa chateação e aproveite o passeio.

O trem vai até Morretes, uma simpática e tranquila cidade histórica. Você vai encontrar muitas lojinhas que vendem produtos locais, restaurantes que oferecem o barreado, prato típico da região, e caminhando por lá você verá belos casarões e construções históricas. Destaque também para a famosa bala de banana e as cachaças de preparo artesanal. O trem sai da estação de Morretes – também central e fácil de encontrar – às 15h e retorna para Curitiba. O tempo aproximado da viagem é o mesmo, bem como o trajeto pela ferrovia.

Muitas pessoas ainda perguntam pelo passeio de trem para Paranaguá. Há alguns anos o passeio vai somente até Morretes. Infelizmente a estação férrea de Paranaguá está em péssimas condições e o movimento de trens de carga é intenso próximo à Paranaguá. Mas de qualquer maneira, o trecho mais bonito da ferrovia termina em Morretes.

Por isso, uma dica importante: é cansativo ir e voltar de trem, já que a paisagem é a mesma e você ficaria no míniomo 7 horas dentro do trem! Aconselhamos você a optar apenas por um trecho. Uma excelente dica é optar por um pacote que inclua um trecho com o trem e outro de van ou micro-ônibus. Assim você terá paisagens diferentes e poderá conhecer a belíssima Estrada da Graciosa se o tempo permitir.

A seguir vamos mostrar as opções de passagens e pacotes para você comparar melhor cada uma.

O passeio de trem para Morretes pela Serra do Mar Paranaense é incrível! Foto: divulgação Serra Verde Express

O passeio de trem para Morretes pela Serra do Mar Paranaense é incrível! Foto: Serra Verde Express

Saiba quanto custa, compare e reserve!

O mais importante agora é garantir o seu lugar nesse imperdível passeio de trem para Morretes. São várias opções, entre apenas comprar a passagem, seja de ida ou volta, ou pacotes completos que vão facilitar a sua vida! Separamos aqui as principais e mais reservadas, mas em nosso site você encontra todas as opções, caso queira conferir.

 Passagem de trem de ida na categoria turísticaaqui você reserva apenas a passagem de trem. Ideal para aqueles que querem fazer tudo por conta própria. Você precisa ir até a estação ferroviária, almoça onde quiser e volta para Curitiba como preferir. O ônibus de linha responsável por esse trajeto é a Viação Graciosa. R$ 119 ou R$ 174 no vagão executivo. Lembrando que o trem sai às 8h15 de Curitiba.

• Pacote completo na categoria turística: a van busca você no hotel entre às 7h e 7h45. Ida para Morretes de trem, almoço típico incluso (sem bebidas e sobremesa) e visita em Morretes e Antonina. Retorno para Curitiba de van pela Estrada da Graciosa, terminando no seu hotel. R$ 269 ou R$ 319 no vagão executivo.

• Pacote trem de luxo: a van busca no hotel entre 8h e 8h45. Ida de trem, lanche e bebidas à bordo, parada no Santuário do Cadeado, almoço típico incluso (sem bebidas e sobremesa) e visita em Morretes e Antonina. Retorno para Curitiba de van pela Estrada da Graciosa, terminando no hotel. R$ 439.

 Pacote pôr do sol na categoria turística: ida de van com saída às 9h30 da Rodoferroviária (não busca no hotel, você precisa ir até à estação por conta própria) e retorno de trem. O almoço não está incluso e você poderá escolher onde ir. R$ 159 ou R$ 205 no vagão executivo.

 Pacote pôr do sol luxo (melhor custo benefício!): a van busca no hotel entre às 9h e 9h30. Ida pela Estrada da Graciosa, visita Antonina e Morretes, almoço típico incluso (sem bebidas e sobremesa) e retorno de trem, terminando no hotel. R$ 332.

Se você comparar bem, as opções que incluem apanhe no hotel, almoço e retorno ou ida de van acabam sendo o melhor negócio. Vale mais a pena pois você não se preocupa com nada e não perde tempo comprando passagem de ônibus, por exemplo. Além disso, nessas opções a ida para Antonina também está inclusa, o que é ótimo, pois é uma cidade que merece a visita. É pertinho de Morretes, mas se você já tiver o meio de transporte para isso (que está incluso no pacote), não tem que se preocupar com horários e evita uma correria, né? Veja como está o planejamento da sua viagem e compare as melhores opções para você. Nós estamos aqui para te ajudar nessa escolha se for preciso!

Em todas as opções de pacotes, se o percurso na Estrada da Graciosa não for recomedável, seja por algum bloqueio ou por condições climáticas, o trajeto será feito pela BR-277. É uma estrada também muito bonita!

Conheça as categorias dos vagões

Você já viu quais as principais opção do passeio de trem. Para ajudar na sua escolha, você pode comparar as categorias entendendo as diferenças de cada uma. Existem três principais tipos de vagão:

Turístico: essa categoria do passeio de trem para Morretes sai diariamente, com ida às 8h15 e volta para Curitiba às 15h. As poltronas são estofadas e um guia de turismo em português acompanha todo o trajeto, dando as informações sobre as paisagens e contando histórias da ferrovia. O lanche a bordo está incluso, assim como uma água ou um refri por pessoa.

Executivo: saídas aos finais de semana ou sob consulta. Poltronas estofadas, o guia é bilíngue (português/inglês) e o lanche a bordo é mais elaborado e inclui água, refrigerante e cerveja. Ida às 8h15 e volta às 15h.

Luxo: saídas aos finais de semana ou sob consulta. Esse vagão tem seu charme e faz a diferença durante o passeio. Ambiente super bacana, com confortáveis poltronas e uma decoração especial. São apenas dois vagões nessa categoria, com poucos lugares. Bem exclusivo! Inclui vinho espumante de boas vindas, lanche diferenciado e bebidas como água, refrigerante, chá, café, cerveja e vinho espumante. Na ida faz uma parada para fotos e para contemplar a paisagem no Santuário do Cadeado, em meio a Serra do Mar Paranaense. Ida às 9h15 e volta às 15h. Esta categoria de trem não tem espaço adaptado para cadeiras de rodas. Quer saber mais sobre o único trem de luxo do Brasil? Confira nosso post “Passeio de trem: litorina de luxo em Curitiba“!

No vídeo a seguir você poderá ver algumas imagens dos vagões e comparar bem as diferenças. Desconsidere apenas as imagens da Litorina Standard – esse vagão foi reformado e transformado na Litorina Curitiba, uma versão mais moderna do trem. No post “Passeio de trem: categorias dos vagões” você encontrá mais informações também.

Como reservar o passeio de trem para Morretes?

O mais confortável é reservar online nos links de cada passeio acima. Se tiver dúvidas, é só nos ligar no (41) 3232-1314, enviar um e-mail para info@specialparana.com ou WhatsApp (41) 9935-7215. Em nosso site você também encontrará tudo com muita facilidade. Aproveite para ver outros passeios que oferecemos em Curitiba e região e conhecer as vantagens de ser nosso clienteLembrando também que os valores apresentados são por pessoa e estão sujeitos a alteração. Crianças de até 12 anos têm descontos – confirme durante a reserva.

“Se esse é um dos passeios mais procurados, preciso reservar antes, certo?”

CERTO! Quanto antes, melhor. Algumas categorias, como a luxo, lotam rapidamente e em época de férias e feriados a procura é ainda maior em todas as categorias. O preço é o mesmo, então não custa nada reservar com antecedência e já deixar tudo certinho para quando chegar aqui.

Atenção aos documentos!

Todos os participantes, inclusive crianças, devem levar documentos originais para embarcar. Crianças viajando sem os pais devem levar autorização de viagem, semelhante à necessária para viagens aéreas. Confira se está tudo com você antes de chegar na estação, para evitar problemas e até mesmo perder o passeio de trem para Morretes.

Mais algumas informações…

“Se chover, cancelo o passeio de trem, né?” NÃO! O passeio acontece normalmente com chuva. É claro que a paisagem fica ainda mais linda em um dia de céu azul, mas não precisa cancelar o passeio por esse motivo. Além disso, é bem provável que você tenha que pagar uma multa de cancelamento (se achar necessário, consulte sobre isso durante a reserva). Então, não deixe que essa possibilidade estrague sua viagem e tente aproveitar ao máximo, independentemente das condições climáticas, afinal, paisagens incríveis esperam por você durante o passeio de trem para Morretes, faça chuva ou faça sol!

passeio-de-trem-para-morretes-3

Com nuvens ou com sol, as paisagens vão te surpreender! Foto: Special Paraná

“Posso escolher os lugares?” Os lugares são numerados e vendidos em ordem, ou seja, ao garantir a sua passagem é o sistema que vai automaticamente “escolher” o seu lugar. Por causa disso, nós não temos como informar antes se você ficará do lado direito ou esquerdo do vagão, nem escolher isso para você. Além disso, as poltronas são móveis e conforme a manobra do vagão para o dia do passeio, elas podem estar posicionadas de maneira diferente. Você só vai descobrir na hora o lado que vai se sentar, mas garantimos que é possível ver e prestigiar as paisagens em ambos os lados!

Sobre o almoço: A gastronomia de Morretes é um dos grandes atrativos da cidade. Quando incluso, o almoço servido é o típico da região: barreado (delicioso cozido de carne), arroz, farinha de mandioca, peixe, camarão e acompanhamentos. Em caso de restrição alimentar, informe no momento da reserva – tentaremos suprir suas necessidades da melhor maneira possível. Se não estiver incluso, o almoço fica por sua conta. Nos restaurantes mais tradicionais, a refeição custa aproximadamente R$ 50 por pessoa. Se você gosta de cachaça, não deixe também de provar a da região!

Esse é o barreado, prato típico da região! Foto: Special Paraná

Esse é o barreado, prato típico da região! Foto: Special Paraná

“E se eu for de Curitiba, vocês me buscam em casa?” Se você optou pela opção em que o apanhe está incluso, SIM! Apenas informe durante a sua reserva em qual região você mora: se for no centro ou em bairros adjacentes você não precisará pagar nada a mais, mas se for mais distante, é cobrado uma taxa adicional. Confirme com nossa equipe qual será o seu caso.

Fique atento em relação aos horários. Se a opção do passeio de trem para Morretes que você escolheu inclui o apanhe no hotel, procure estar na recepção no horário indicado para evitar atrasos do grupo. Já se você precisa ir para a estação por conta própria, procure chegar alguns minutos antes do horário de saída previsto.

Não deixe de baixar também nosso Guia de Curitiba e encontre as melhores dicas reunidas em um só lugar – aproveite, é gratuito!

chamada-guia-curitiba-2017

 

Quer ver mais sobre o passeio de trem para Morretes? Em nosso blog nós temos outro post bem especial sobre o passeio com várias curiosidades sobre o trajeto: você irá passar pelo maior trecho contínuo de Mata Atlântica do país, quando a ferrovia foi inaugurada, por quantos túneis você passará, informações sobre a Ponte São João, entre outras. Veja também no vídeo a seguir imagens bem legais do trajeto do passeio de trem, de Morretes e Antonina, para você ter a certeza de reservar JÁ!

A Estrada da Graciosa é encantadora! Olha só também esse final de tarde na BR-277 sentido Curitiba. Demais, né? Fotos: Special Paraná


capela-do-cadeado-passeio-de-trem

A parada no Santuário do Cadeado é exclusiva para quem vai até Morretes no trem de luxo. Momento para tirar ótimas fotos! Fotos: Special Paraná


passeio-de-trem-com-por-do-sol

Já imaginou ter a sorte de ver um pôr do sol lindo assim? Foto: divulgação Serra Verde Express.


morretes-antonina-passeio-de-trem

Morretes e Antonina são cidades históricas encantadoras. Fotos: Special Paraná


passeio-de-trem-para-morretes-2

Estação de trem em Morretes. Foto: Special Paraná

Passeio de trem em Curitiba até Morretes

Passeio de trem em Curitiba até Morretes

Hoje queremos apresentar para vocês um dos passeios mais procurados do Paraná, que perde apenas para as Cataratas do Iguaçu! É o incrível passeio de trem pela Serra do Mar Paranaense: a ferrovia foi inaugurada em 1885 e até hoje são 70 km que ligam Curitiba a cidade histórica de Morretes.

Nesse imperdível passeio você poderá contemplar as belezas da Mata Atlântica e ter a experiência de viajar por uma ferrovia com 130 anos de história. Cada pedaço do passeio é especial e o trajeto reserva várias surpresas que merecem ser contempladas e também registradas!

passeio-de-trem-curitiba

O passeio de trem em Curitiba até Morretes é um dos mais procurados do Paraná! Foto: Special Paraná

Curiosidades do passeio de trem em Curitiba

passeio-de-trem-em-curitiba2

Um passeio cênico em meio a Mata Atlântica. Foto: Special Paraná

  • é possível observar o complexo montanhoso do Marumbi
  • o primeiro túnel do trajeto é conhecido como Túnel Roça Nova – é o maior e o único em linha reta. Ao lado dele está um túnel desativado que atualmente funciona como uma cave para produção de espumante e envelhecimento de vinho
  • em um momento rápido do passeio você verá uma chaminé no meio da água
  • em 1949, na estação Banhado, era comum os passageiros fazerem uma pausa ali para tomar café com “bolinho de graxa” (apelido de um dos lanches vendidos nesse local na época)
  • três pontes passam pelo rio Ipiranga e logo na primeira você poderá ver uma roda d’água que fornecia energia para a casa Ipiranga – alguns historiadores afirmam que na Casa Ipiranga aconteciam grandes festas para os engenheiros e trabalhadores da ferrovia. Infelizmente, da Casa restaram apenas ruínas.
  • o túnel 9, conhecido como “túnel fantasma”, é o único com uma passagem para pedestres
  • a Ponte São João é a maior de todas com 113 metros de extensão, quase 60 metros de altura e nela não foi usado nenhum parafuso, apenas rebite – o projeto é brasileiro, porém ela foi construída na Bélgica e levada até Paranaguá na época!
ponte-são-joão

Essa é a Ponte São João, um dos principais atrativos do passeio de trem. Foto: Special Paraná

  • a passagem pelo Viaduto do Carvalho é um dos auges do passeio – com 86 metros de extensão ele foi construído sob seis pilares de alvenaria fixados na rocha. Ele é o resultado de um acidente durante a sua construção e foi graças a ele que temos uma vista maravilhosa do local. Além disso, quando o trem passa pelo Viaduto você não vê os trilhos, dando a sensação de estar nos ares por alguns segundos!

Vantagens do pacote completo turístico

Para fazer o passeio de trem você poderá escolher entre cinco categorias – nós explicamos as diferenças entre elas em nosso post “Passeio de trem: categorias dos vagões”. Vale a pena conferir para ver qual opção será mais adequada para você. A incrível vista e o trajeto é o mesmo para todas as categorias, o que pode mudar é o pacote da sua reserva. É possível comprar, por exemplo, apenas as passagens para o passeio de trem, ou reservar um pacote completo que inclua outras facilidades. O pacote completo na categoria turística é um dos mais vantajosos e também muito procurado. Confira alguns benefícios:

  • o tour começa em seu hotel – um transfer irá buscá-lo pela manhã, com conforto e segurança!
  • ao comprar o pacote completo você já garante o seu retorno de carro ou van a Curitiba, sem ter que ficar se preocupando em comprar a passagem de ônibus na rodoviária. A maior parte dos retornos acontece pela Estrada da Graciosa, que foi construída antes da ferrovia. Uma estrada muito agradável com muitas curvas! Você terá uma vista diferente durante o passeio da volta.
  • o almoço em Morretes já está incluso – você irá degustar o melhor da comida típica local, o famoso barreado!
  • um city tour em Morretes e Antonina também está incluso e com um tour guiado você poderá aproveitar melhor o tempo do passeio e conhecer os principais atrativos
  • a família ou grupo podem ir todos juntos sem ter que se preocupar que alguém os busque ao final do passeio
  • sem problemas com a Lei Seca, já que você não voltará dirigindo

Pacote completo a partir de R$ 269,00 por pessoa, com saídas diárias de Curitiba – apanhe no hotel entre 7h e 7h35 e saída do trem às 8h15. Chegada prevista em Curitiba às 17h30.

> Faça sua reserva para este passeio aqui. <<

Se quiser mais conforto, recomendamos o trem de luxo, que tem ar-condicionado, serviço de bordo de primeira e ambiente diferenciado. O pacote custa R$ 332 na versão por do sol (volta de trem) e R$ 439 com a ida de trem. >> Pacote por do sol trem de luxo. <<     >> Pacote completo trem de luxo <<

passeio-de-trem-antonina

Uma das vistas mais bonitas em Antonina! Foto: Special Paraná

Você pode solicitar sua reserva em nosso site, pelo e-mail info@specialparana.com ou pelo telefone (41) 3232-1314. Para conhecer os outros pacotes disponíveis para o passeio de trem, visite nosso site. São várias opções que podem se encaixar perfeitamente em sua viagem!

Assista agora ao nosso vídeo com as principais imagens desse incrível passeio de trem, e entenda como funciona o pacote completo na categoria turística. É só um aperitivo e acreditamos que ao vivo será ainda mais impressionante!

Gostou? Compartilhe com seus amigos e programe sua viagem! Aproveite para baixar nosso Guia Virtual sobre Curitiba – é gratuito e você encontrará outras dicas especiais sobre a cidade:

chamada-guia-curitiba-2017

 

 

Nosso obrigado a Guia de Turismo Ana Maria Alcidez que colaborou com algumas curiosidades para esse post!

Passeio de trem: Litorina de Luxo em Curitiba

Passeio de trem: Litorina de Luxo em Curitiba

O único trem de luxo do Brasil leva os seus passageiros a uma incrível experiência pela Serra do Mar. O Great Brazil Express conta com apenas dois vagões, o “Foz” e o “Copacabana” (22 lugares em cada um), sendo assim um ambiente muito exclusivo. Já a decoração relembra os tempos de ouro e glamour dos passeios de trem, com charmosas mesas de madeira, abajures e poltronas, deixando a viagem ainda mais luxuosa. O passeio de trem em Curitiba será uma experiência única, desde a decoração ao atendimento.

Great Brazil Express no ponto de embarque na rodoviária de Curitiba. Foto: Special Paraná

Trem de luxo: uma incrível experiência do começo ao fim

Logo ao embarcar na Litorina, os comissários de bordo oferecem uma taça de espumante a todos os passageiros. Ao longo da viagem eles também vão contando curiosidades e a história da região, além de apontar os pontos mais bonitos e interessantes para quem deseja fotografar ou filmar.

 Saiba mais sobre as categorias do passeio de trem e escolha a melhor opção para você:

O café-da-manhã a bordo, servido em uma charmosa bandeja, combina perfeitamente com o ambiente. Bebidas de sua preferência (e a vontade), um delicioso croissant com frios, pão com manteiga e geleia e uma mini torta de limão completam o cardápio, que pode variar.

trem-de-luxo-em-curitiba

Interior do vagão e café da manhã durante o passeio de trem de luxo. Foto: Special Paraná

O passeio de trem dura aproximadamente 3 horas e meia, e atravessa a maior área preservada de Mata Atlântica do Brasil, em uma ferrovia com mais de 130 anos de história. Você passará por vários túneis e pontos em que é possível ver muito bem o Rio Ipiranga, o Véu da Noiva, o Cânion do Rio Ipiranga, entre outras atrações apontadas pelas comissárias. Você poderá desembarcar em um deles: na Capela do Cadeado, construída em homenagem a Nossa Senhora do Rocio – Padroeira do Estado do Paraná. São 15 minutos perto da natureza e de uma vista incrível! Os passageiros podem ainda conhecer a cabine do maquinista. Em grupo de no máximo quatro pessoas, é possível ver o caminho dos trilhos bem de perto, e ter mais uma oportunidade para ótimas e divertidas fotos.

passeio-de-trem-curitiba-morretes

capela-do-cadeado-passeio-de-trem

Serra do Mar Paranaense e Capela do Cadeado. Fotos: Special Paraná

Desembarcando em Morretes, o passeio continua. Para o almoço, o tradicional barreado é parada obrigatória! O prato é feito de carne cozida, preparada em uma panela de barro vedada para que a carne fique desfiada e com um saboroso caldo. O barreado acompanha arroz, farinha de mandioca e banana: uma mistura histórica! O almoço também inclui peixe, camarão, arroz e salada. Além dessa atração gastronômica, e outras como a bala de banana e as tradicionais cachaças preparadas artesanalmente, Morretes atrai muitos turistas pelos seus pontos históricos e culturais, e por ser uma cidade bem tranquila, com muitas belezas naturais a sua volta.

morretes-paraná

Cidade histórica de Morretes e o barreado – prato típico da região. Fotos: Special Paraná

Como reservar esse passeio?

O Great Brazil Express tem saídas muito frequentes, com embarque às 9h15. Recomendamos que você reserve com antecedência, já que os lugares são muito exclusivos e restritos (para lembrar novamente: 22 lugares em cada um dos dois vagões). Fale com uma de nossas especialistas para confirmar a saída do passeio na data que deseja e já aproveite para fazer sua reserva – não deixe para a última hora! Você também pode garantir seu lugar reservando em nosso site – você encontrará ainda outas opções para o passeio de trem e outros roteiros em Curitiba.

Esse pacote é recomendado para curitibanos e turistas do mundo todo! Nele está incluso a passagem na litorina de luxo, bebidas e o lanche diferenciado à bordo, vagão com decoração exclusiva e ar-condicionado, serviço de bordo diferenciado, parada na Capela do Cadeado, almoço típico em Morretes, city tour em Morretes, e volta para Curitiba de van ou micro-ônibus. O pacote completo inclui ainda a visita à simpática cidadezinha de Antonina, de onde é possível ter belíssimas vistas da baía, emoldurada pela Serra do Mar. Um passeio que vai da montanha ao mar – inesquecível!

antonina-paranábaía-de-antonina

Antonina e belíssimas vistas para a baía. Fotos: Special Paraná

Novidade: Litorina Curitiba

Além dos vagões Foz e Copacabana, com decorações mais nostálgicas, está operando também no trecho Curitiba-Morretes a “Litorina Curitiba” com um interior mais moderno inspirado em dois importantes símbolos do estado, a erva-mate e o pinhão! Com capacidade para 40 pessoas, o interior do vagão tem um visual mais clean em um projeto assinado pelas arquitetas Lucille Amaral e Eliane Canhoto. As poltronas são de veludo e o piso de madeira, enquanto no teto da composição é possível ver um pinhão estilizado! O trecho inclui serviço de bordo com café da manhã, bebidas e guia bilíngue.

Atenção! No momento esse vagão não está operando – assim que o passeio voltar a acontecer nesse vagão iremos atualizar as informações!

trem-de-luxo-curitiba (1)

Interior da Litorina Curitiba. Foto: Serra Verde Express

Além da Litorina de Luxo, existem outros pacotes do passeio de trem em Curitiba até Morretes. Porém, devido à exclusividade do passeio e suas vantagens, o trem de luxo acaba compensando quando comparamos os valores de outras categorias! Entre em contato com nossa equipe – (41)3232-1314 ou info@specialparana.com – para agendarmos seu passeios em Curitiba e região.

 Leia outras curiosidades sobre o passeio de trem e veja no vídeo a seguir mais imagens desse imperdível passeio – mas é só um aperitivo, pois acreditamos que ao vivo será ainda mais impressionante!

Encontre outras dicas como essa em nosso Guia sobre Curitiba – baixe já o seu, é gratuito!

chamada-guia-curitiba-2017

Turismo de aventura: saiba o que fazer em Curitiba e região

Turismo de aventura: saiba o que fazer em Curitiba e região

Curitiba é conhecida como a capital ecológica, e tem muito a oferecer no quesito natureza. Se você procura por turismo de aventura em sua viagem, separamos algumas dicas valiosas para deixar o seu roteiro mais interessante!

Uma ótima opção de passeio para conhecer a cidade pedalando. Um tour ideal para aproveitar com os amigos e ainda ter a chance de conhecer curitibanos e outros turistas durante o passeio. São vários roteiros que irão deixar sua experiência na cidade ainda mais agradável e interessante, de uma maneira criativa, como o Coffee Bike Tour, Art Bike Tour, Tour fotográfico, Bars & Bike, Ópera de Arame, Parque Passaúna, entre outros. Escolha já o roteiro do seu bike tour!

bike-tour-em-curitiba-turismo-de-aventura

Passeios de bicicleta em Curitiba, uma ótima maneira de conhecer a cidade! Foto: Kuritbike

Aproveite para conhecer a deslumbrante Serra do Mar em um passeio de trem em Curitiba até Morretes. O almoço com o prato típico do litoral do Paraná, o “barreado” vai ser servido em um restaurante da região. Durante a tarde, pratique canoagem no Rio Nhundiaquara! Já para o rafting, você também irá até Morretes de trem, e depois, seguindo para Antonina, você visitará o Rio Cachoeira, que oferece a possibilidade para um rafting emocionante no meio da bela vegetação. Aproveite a natureza e a adrenalina dessas atividades de maneira muito especial!

rafting-canoagem-antonina

Rafting ou canoagem: turismo de aventura para fazer com os amigos!

Um dos lugares favoritos de montanhistas e amantes da Natureza é Parque Estadual Marumbi. Durante um dia você irá contemplar a caminhada em meio a Mata Atlântica, com deslumbrantes paisagens. Você irá sair de trem em Curitiba até a Estação Marumbi, e de lá começará sua caminhada para conhecer a região, que poderá ser o Morro Rochedinho ou a Cachoeira dos Marumbinistas. Recomendado para pessoas já acostumadas com caminhadas na natureza. Seu guia local é bastante experiente na região, e o retorno a Curitiba também será de trem.

pico-marumbi-paraná-brasil

Pico Marumbi, muito recomendado por montanhistas.

  • Conheça o 6º maior Cânion do mundo

Em um tour repleto de atividades você irá conhecer o Cânion Guartelá, considerado o 6º maior cânion do mundo! Além das caminhadas, banho de rio e as paisagens imperdíveis dos Campos Gerais, você vai passar um tempo muito agradável em contato com a natureza. Passeio disponível de quarta a domingo.

Agora também temos passeios para o Cânion do Guartelá todos os sábados, com saídas garantidas de Curitiba. O passeio inclui uma caminhada com guia local para áreas restritas do parque e também lanche de trilha. R$ 420,00 por pessoa. >> Mais informações e reservas aqui <<

O cânion Guartelá é considerado o 6º maior do mundo!

O cânion Guartelá é considerado o 6º maior do mundo!

  • Trilha até o Salto da Fortuna

Para quem gosta de trilhas e natureza, aproveite para visitar o Parque Estadual do Pau Oco e caminhar atravessando a floresta com sua rica variedade de fauna e flora, até o Salto da Fortuna, o principal atrativo do parque. Veja como chegar aqui!

NOVIDADE: você pode reservar o seu passeio de trem e ainda fazer a trilha do Caminho do Itupava! Durante o passeio de trem você irá apreciar a deslumbrante paisagem de Mata Atlântica em meio a Serra do Mar Paranaense. Durante a trilha, paradas para um lanche, tomar banho de rio e admirar a natureza local. O Caminho do Itupava é uma antiga trilha indígena, que com o tempo foi pavimentada para facilitar o transporte de mercadorias e o acesso de pessoas. Depois da trilha, almoce o prato típico da região em Morretes: o barreado! Você terá um tempo para conhecer a agradável cidade histórica de Morretes. O passeio possui um grau de dificuldade médio, com uma caminhada de aproximadamente 2h30. Faça sua reserva! Assista agora ao nosso vídeo sobre o Passeio de Trem e o Caminho do Itupava, e conheça mais sobre o tour:

Quer ler mais sobre Curitiba? Baixe agora nosso Guia – é gratuito!

chamada-guia-curitiba-2017

Guia de turismo: saiba a importância dele para sua viagem

Guia de turismo: saiba a importância dele para sua viagem

Nós da Special Paraná somos uma agência de turismo receptivo aqui em Curitiba e gostamos de encantar nossos clientes, e o guia de turismo é uma peça fundamental desse processo! É ele que irá acompanhar os turistas durante os passeios agendados, deixando o tour ainda mais divertido e interessante. O guia de turismo é um profissional capacitado para enriquecer sua viagem de informações e para acompanhá-lo durante a descoberta de um lugar novo. Independente do número de pessoas que estão viajando – inclusive se você vier sozinho – o guia é o profissional ideal para orientar o passeio.

guia-de-turismo

O guia de turismo é o profissional ideal para orientar o passeio! Foto: Special Paraná

Essa é uma profissão regulamentada pela Lei Federal 8.623/93 e o guia de turismo é qualificado e capacitado em cursos específicos habilitados pelo Ministério do Turismo. Assim, quando você for reservar o tour, saiba que é um direito seu ter um guia o acompanhando nos passeios. Vale a pena atentar-se a isso em sua próxima viagem! Quando desconfiar que não é um guia que o está atendendo, você pode pedir a credencial do profissional, certificando-se de que não está sendo recebido por alguém que exerce ilegalmente a profissão, ou seja, que não possua o preparo técnico-profissional regulamentado.

“Art. 2º Para os efeitos desta lei, é considerado Guia de Turismo o profissional que, devidamente cadastrado no Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), exerça atividades de acompanhar, orientar e transmitir informações a pessoas ou grupos, em visitas, excursões urbanas, municipais, estaduais, interestaduais, internacionais ou especializadas”.

credencial-guia-de-turismo

Modelo de uma credencial de guia de turismo

Como em toda profissão, existem os bons e não tão bons assim, não é mesmo? Por isso nós priorizamos um processo de seleção adequado para a contratação dos guias, disponibilizamos uniformes e agendamos treinamentos. Nós contamos ainda com guias que estão sempre atualizados com o que acontece na cidade, para garantir que quando você venha conhecer Curitiba tenha a melhor experiência!

Nossa equipe trabalha diariamente com turistas e por isso nos atentamos em contratar o guia certo para o perfil do cliente e até mesmo do passeio. O idioma, por exemplo, é um dos principais cuidados. O ideal é que o guia fale, além do idioma local, o mesmo do viajante! Assim, o turista se sente mais a vontade e com certeza terá um passeio mais instrutivo, além de levar uma boa impressão da viagem como um todo e também de quem os atendeu.

Para evitar confusões:

  • Guia de turismo e guia turístico

Muita gente confunde os termos, mas guia turístico são aqueles guias de papel, que você pode encontrar em livrarias e bancas. Eles também são muito úteis e informativos durante uma viagem, e podem ajudar para o planejamento já que possuem dicas locais, informações do destino e fotos.

  • Diferenças entre o guia regional, nacional e internacional

A profissão de guia de turismo também é segmentada por algumas categorias. O guia regional acompanha o turista em roteiros locais ou intermunicipais de uma Unidade da Federação (UF). Já o guia nacional atua em âmbito nacional ou na América do Sul, devendo ter todas as atribuições técnicas e administrativas necessárias para a realização da programação. O guia de turismo internacional cumpre com as atividades do guia nacional em outros países.

  • Onde é possível fazer o curso?

Para fazer o curso de guia de turismo em Curitiba você encontrará informações no SENAC e também em alguns colégios estaduais. Procure confirmar se o curso é habilitado pelo Ministério do Turismo.

  • Motorista não é guia de turismo!

Os motoristas também são muito importantes durante os passeios, afinal eles são responsáveis pelo transporte e segurança dos turistas. No entanto, eles não são credenciados para fornecer as informações ou instruir um passeio. Mas atenção: um guia de turismo pode ser o motorista de seu passeio privativo! Procure saber com a agência que você está pesquisando.

Nós valorizamos o guia de turismo e entendemos a importância deles para os nossos turistas. Pensando nisso, nós gravamos um vídeo com os guias que trabalham regularmente com nossos clientes para vocês os conhecerem um pouquinho! Eles fazem um convite especial para conhecer a cidade de Curitiba, olha só:

Ficou curioso para conhecer Curitiba? Baixe agora nosso Guia Virtual sobre a cidade com muitas dicas para a sua viagem – é gratuito!

chamada-guia-curitiba-2017

Passeio de trem: categorias dos vagões

Passeio de trem: categorias dos vagões

Aqui em Curitiba você encontrará o ponto de embarque para um dos passeios mais procurados do Paraná – perde apenas para as Cataratas do Iguaçu. É o famoso passeio de trem pela Serra do Mar Paranaense, que proporciona diariamente muita história e belas paisagens para encantar pessoas do mundo inteiro. Os trens que percorrem a ferrovia centenária são da década de 1960.  Nós preparamos um post especial explicando mais alguns detalhes sobre o passeio de trem, não deixe de ler também!

Agora nós queremos apresentar as categorias dos vagões para que você possa escolher a melhor opção para você. O trem possui saídas diárias, sempre saindo da rodoferroviária de Curitiba. No entanto, algumas categorias operam apenas aos fins de semana, feriados, ou com grupos de no mínimo 10 pessoas. Entenda como funciona:

Essa é a principal categoria do passeio! São 17 vagões com saídas diárias às 8h15 – o vagão é de classe intermediária, e o serviço de bordo com água ou refrigerante (1 unidade), um kit lanche e um guia (português) que irá descrever e explicar sobre alguns pontos do trajeto. É possível abrir as janelas e alguns vagões desta categoria ainda têm janelas de acrílico. Você poderá ler mais sobre essa categoria

passeio-de-trem-turística

A categoria turística tem saídas diárias! Foto: Special Paraná

Nessa categorias as saídas acontecem com no mínimo 10 pessoas ou aos fins de semana e feriados! São dois vagões com janelas maiores e um serviço de bordo com água, refrigerante e cerveja, um kit lanche diferenciado e um guia bilíngue. Atenção: como são apenas dois vagões, e eles estiverem em inspeção ou manutenção no dia do passeio, eles podem ser substituídos pelos vagões da categoria turística, mantendo o serviço de bordo diferenciado.

categoria-executiva

Na categoria executiva as janelas são maiores e as poltronas mais confortáveis. Foto: Special Paraná

  • Camarote

O valor dessa categoria é cobrado por camarote e não por pessoa como nas outras opções. Ele opera com um vagão e saídas com no mínimo 2 camarotes vendidos ou em fins de semana e feriados! Há um camarote para quatro pessoas (sem mesa) e você viaja no sentido contrário do trem – fique atento a isso durante a reserva. Existem ainda outros seis camarotes para oito pessoas (com mesa). Serviço de bordo com água, refrigerante e cerveja, além do kit lanche diferenciado e guia em português. Dica: bacana para famílias com crianças, pois pode-se usar a mesa para atividades como jogos ou pinturas durante a viagem!

camarote-passeio-de-trem

Mesa em um dos camarotes – ideal para família com crianças! Foto: Special Paraná

Essa é uma novidade que vai começar a operar a partir de novembro de 2015! A Litorina Curitiba possui uma decoração mais moderna e clean, inspirada em dois símbolos importantes do Paraná: o pinhão e a erva-mate! Ela para em um momento do passeio para que os passageiros possam descer e apreciar a vista do Santuário do Cadeado! Serviço de bordo com café da manhã, bebidas e guia bilíngue (português e inglês).

trem-de-luxo-curitiba (1)

Com piso de madeira e poltronas de veludo, a Litorina Curitiba é novidade nos passeios de trem! Foto: Serra Verde Express

O Great Brazil Express é o primeiro trem de luxo do Brasil! São dois vagões muito exclusivos e com decorações diferenciadas que operam com no mínimo 15 pessoas ou com saídas aos fins de semana e feriados! As poltronas são de couro e os sofás de veludo, com catering de primeira classe e bar no interior do vagão. Aqui é possível fazer uma parada no Santuário do Cadeado, um dos atrativos do trajeto! Vinho espumante, água, refrigerante e cerveja, lanche especial e um guia bilíngue (português e inglês) fazem parte do serviço de bordo. Também possui ar condicionado. Curiosidade: o nome “Litorina” vem da Itália, de onde vem este simpático trem! O modelo de trem foi lançado na década de 1930 na cidade de Litto e logo ganhou o apelido de “Littorina”. As “littorine” viajavam pela Itália de norte a sul a partir da década de 1930. Hoje em dia os simpáticos vagões com motorização própria são considerados raros.

litorina-de-luxo

Um dos vagões temáticos da Litorina de Luxo. Foto: Special Paraná

Para ajudar na sua escolha, preparamos um vídeo em que mostramos todos os vagões por dentro, além das fotos dos lanches oferecidos em cada serviço de bordo. Confira:

Aproveite ainda para baixar nosso Guia Virtual sobre Curitiba – é gratuito e você encontrará outras dicas especiais sobre a cidade:

chamada-guia-curitiba-2017

 

Turismo receptivo confiável

Turismo receptivo confiável

Nós já escrevemos aqui no site sobre os trabalhos de uma Agência de Turismo Receptivo, e inclusive demos 10 razões para contratar os serviços de uma agência de receptivo. Como em todas as atividades e profissões, há agências e agências… Nem todas são tão boas assim e você precisa ficar de olho em alguns aspectos. Poder contar com um turismo receptivo confiável fará toda a diferença durante o planejamento de sua viagem, e também durante a sua estadia na cidade. Então, agora você pode ler – e anotar – algumas questões para você ter em mente antes de contratar uma agência de turismo receptivo séria:

– É uma empresa mesmo ou somente uma pessoa que lhe aborda em um lugar público lhe oferecendo passeios?

Fique atento, pois você poderá ter problemas com “empresas” que lhe abordam em lugares públicos, principalmente se houver uma diferença de preços grande. Turismo é coisa séria e você provavelmente não contrataria um médico, engenheiro ou qualquer outro profissional que lhe abordasse na rua, não é?

– A empresa tem um telefone fixo e também um telefone de plantão para emergências?

Se a empresa tiver uma sede, você pode ficar tranquilo que alguém estará lá para lhe dar apoio.  É telefone de uma empresa mesmo ou é de uma residência, na qual uma criança ou diarista atende e não sabe de nada? Se for um “one man show”, ou seja, um faz-tudo que tem somente um celular, você não poderá contar necessariamente com esta pessoa se ela estiver atendendo alguém ou se estiver em uma área sem cobertura de celular. Pense comigo, se você fosse o cliente desta “agência”, gostaria que ficassem lhe interrompendo o atendimento para que a “agência” resolvesse problemas de outras pessoas por telefone?

equipe-agência-de-turismo

É importante saber com quem está falando, para evitar problemas futuros. Telefone e endereço são dados importantes.

– O passeio inclui um Guia de Turismo?

Esta é uma questão importante, por que a profissão de guia de turismo é regulamentada no Brasil e somente pessoas que fazem o curso de guia, que dura mais de um ano, recebem a credencial do Ministério do Turismo. É um dever da agência de turismo e um direito seu exigir que os passeios tenham um guia de turismo. Muitas “agências” não contratam guia alegando que seus motoristas são experientes, que conhecem a cidade, etc. Não caia nessa… Já vi muitas situações no mínimo inusitadas com motoristas que simplesmente deixam os clientes em algum lugar e dizem “vão ali dar uma olhada e estarei esperando vocês na van”. Que informação é essa? As pessoas saem e voltam à van não sabendo nada sobre o que visitaram.

– O passeio é realizado conforme o descritivo?

Salvo por alguma questão climática ou de trânsito anormal, o descritivo do passeio deve ser seguido à risca pelo Guia de Turismo. Não aceite paradas em “lojinhas” recomendadas pelo guia e que não fazem parte do passeio. Algumas “agências” não pagam os guias adequadamente e estes incluem paradas em lugares que pagam comissões para aumentar seu salário ou ficam lhe oferecendo atividades opcionais durante todo o passeio. Fique de olho e não aceite se este for o caso!

– A agência de turismo receptivo atende no seu idioma ou em um que você domine?

Para brasileiros viajando para fora do Brasil, isso é importante, assim como para estrangeiros em visita ao nosso país. A agência de receptivo pode contratar um guia para atender o cliente no seu idioma durante o passeio, mas a equipe interna da empresa também deve ser bilíngue para tirar as dúvidas e atender rapidamente o cliente antes dele chegar ao destino.

agência-de-turismo-receptivo-curitiba

Suporte em seu idioma pode facilitar e muito a sua estadia no destino! Foto: Caroline Kwasnicki

– A agência está atualizada sobre a programação da cidade / região?

Há agências que “pararam” no tempo e oferecem somente determinadas coisas. Uma cidade/região é dinâmica e sempre acontecem mudanças. A agência só oferece determinado restaurante? Não sabe lhe dar dicas do que está acontecendo na cidade ou pelo menos indicar sites ou fontes de informação? Fique atento.

– A agência tem registro no Ministério do Turismo?

Por lei as empresas e profissionais ligados ao turismo precisam ter registro no Ministério do Turismo. Para você saber se a agência, guia de turismo, hotel, etc. está regularizado, você poderá entrar no site http://www.cadastur.turismo.gov.br/ e procurar em prestadores. O ideal é você saber o CNPJ para consultar mais rapidamente.

– Os veículos / barcos são segurados? A lista de passageiros está completa?

Existe uma legislação muito rigorosa no Brasil com relação a transporte de passageiros. É necessário, por exemplo, que a agência de turismo receptivo envie uma listagem com nomes e documentos de todos os integrantes do passeio para os órgãos competentes para qualquer deslocamento que saia dos limites da cidade ou área metropolitana. Só assim o seguro valerá em caso de algum acidente. É possível preencher alguns nomes a mais no início do passeio ou traslado, mas é recomendável que a lista esteja completa antes, pois em caso de perda ou dano à lista com os nomes preenchidos à mão, a seguradora poderá se recusar a pagar o seguro.

transporte-agência-turismo-receptivo

Segurança no transporte é uma questão importante para o planejamento.

– A equipe da agência de receptivo usa uniforme?

É uma questão básica, mas muitas empresas ainda pecam neste aspecto. Pelo menos uma camiseta/camisa pólo é obrigatória no uniforme. Às vezes é necessário terceirizar determinado serviço, mas mesmo os terceirizados têm que se vestir adequadamente. Já vi várias cenas bizarras neste sentido: domingo de manhã no aeroporto e o motorista com plaquinha para buscar alguém de uma empresa estava de chinelo, bermuda e descabelado. Outra vez, no “receptivo” de um evento domingo à tarde em um hotel de luxo a senhora contratada estava com cabelo molhado, calça preta, camisa branca e havaianas. É o tipo de improviso que uma empresa de turismo receptivo séria não permite. Fique atento!

Para entender mais sobre o papel de uma agência de turismo receptivo em sua viagem assista a reportagem sobre Turismo Receptivo em Curitiba do programa Pequenas Empresas Grandes Negócios:

Encontre outras importantes dicas de turismo baixando agora nosso Guia de Curitiba – é gratuito!

 

chamada-guia-curitiba-2017

 

 Bibiana Antoniacomi, turismóloga e profissional de turismo desde 1995 e proprietária da Special Paraná Turismo desde 2007.

Aquário de Paranaguá

Aquário de Paranaguá

Com mais de 400 anos de história, Paranaguá é considerada a cidade mais antiga do Paraná, e agora, ganhou uma nova atração para turistas e moradores. Em meio a cidade histórica e de sua arquitetura colonial, é possível agora visitar o Aquário de Paranaguá, inaugurado em janeiro de 2014. Com aproximadamente 200 espécies, o espaço conta com mais de 20 tanques de água doce e salgada, dispostos em várias salas.

Nós da Special Paraná fomos visitar o Aquário para relatar melhor a experiência. Logo na entrada, monitores dão instruções para aproveitar o roteiro da melhor maneira, e também algumas restrições.

Uma das primeiras salas a serem visitadas são as dos peixes abissais. São seres que vivem na região mais profunda dos oceanos, assim, a luz não consegue chegar até eles. Como não seria possível habitar essas espécies no aquário, foi montada uma sala com materiais recicláveis que representam esses animais. Um jogo de luzes, que torna o ambiente bonito e interessante.

aquário-paranaguá

Sala escura com os peixes abissais representados por materiais recicláveis

As outras salas possuem muitos aquários com representações aquáticas e várias espécies de peixes. Continuando no tour, é possível também visitar o mirante do aquário, que proporciona uma bela vista da região de Paranaguá e do entorno do Aquário.

Depois os visitantes podem ver a representação de um manguezal, além dos tanques de toque, em que é possível ter a experiência de tocar em animais invertebrados e raias. Existe no local um espaço para lavar as mãos antes de tocar nos animais, e também monitores para explicar os procedimentos e cuidados.

Uma das atrações mais divertidas é o espaço dos pinguins! Não é possível interagir com eles, mas o tanque é grande para observação.

aquário-de-paranaguá2

Um dos tanques do Aquário de Paranaguá

aquário-de-paranaguá

Tanque dos pinguins

Não deixe de levar uma máquina fotográfica para registrar o passeio! Fotos são permitidas em todo o local, porém, sem o uso de flash. O Aquário ainda não conta com guarda-volumes, assim, evite também levar muitas bagagens ao local.

Depois do tour, você poder fazer uma pausa na lanchonete do local, ou ainda aproveitar para conhecer mais a região! O entorno possui um ar agradável e charmoso de cidade histórica, e muitos dos principais pontos turísticos de Paranaguá são próximos do Aquário, como o Mercado Municipal e o Museu de Arqueologia e Etnologia de Paranaguá.

 

Serviço:

Horário de funcionamento*:

10:00 – 18:00 de Segunda a Sexta

10:00 – 20:00 aos Sábados e de 18 a 20/04 (feriado)

10:00 – 19:00 aos Domingos e dia 21/04 (feriado)

 Ingressos*:

Adulto: R$ 20,00

Criança: R$ 15,00 (de 5 a 14 anos)

Idoso: R$ 10,00 (acima de 60 anos)

Moradores de Paranaguá: 50% de desconto não-cumulativo. Necessária apresentação de comprovante de residência nominal e pago em dia, junto de um documento com foto.

* Horário de funcionamento e valores do ingresso estão sujeitos à alteração.

aquário

Aquário de Paranaguá

Você pode reservar com nossa equipe sua hospedagem em Paranaguá no Hotel Camboa, que está localizado bem próximo ao Aquário. É uma excelente opção para ir com a família, uma vez que o hotel oferece várias opções de lazer, como piscinas, quadra de tênis, quadra de futebol, área para recreação infantil e também na alta temporada conta com uma equipe de recreação. Confira mais informações sobre o Camboa Hotel, como tarifas e reservas, em nosso site.

Para deixar sua ida até Paranaguá ainda mais interessante, aproveite que a cidade é também o local de embarque para a surpreendente Ilha do Mel e para a rústica e exótica Ilha do Superagui!

Outra opção seria o famoso passeio de trem até Morretes, com almoço típico na cidade e depois, visita à Paranaguá.

Paranaguá também fica pertinho de Curitiba! Encontre dicas sobre a cidade baixando nosso Guia Virtual de Curitiba – é gratuito!

chamada-guia-curitiba-2017

Aproveite também para conhecer outras opções de passeios em Curitiba e Região em nosso site, ou entre em contato com nossa equipe, pelo telefone (41) 3232-1314 ou pelo email info@specialparana.com, para programarmos sua estadia da melhor maneira possível!
Caminho do Itupava, Serra do Mar: o caminho mais antigo do Paraná

Caminho do Itupava, Serra do Mar: o caminho mais antigo do Paraná

Por @guimendesthomaz

O Caminho do Itupava é uma das 68 Unidades de Conservação do Estado do Paraná,  gerenciadas pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e seu trajeto de 22 quilômetros está entre os municípios de Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, e Morretes, no litoral do Paraná.

NOVIDADE: reserve já o seu passeio de trem e faça a trilha do Caminho do Itupava! Aprecie a deslumbrante paisagem da Serra do Par Paranaense durante o passeio de trem, e depois aproveite as paradas durante o Caminho do Itupava. Para completar, almoce o barreado, prato típico da região, e conheça a agradável cidade histórica de Morretes. Confira o itinerário e faça sua reserva!

História do Caminho do Itupava

Originário de trilhas indígenas, o Caminho do Itupava é o caminho mais antigo do Paraná e, portanto, preserva um pouco da história da colonização do Paraná. A antiga Trilha do Itupava foi muito utilizada pelos jesuítas, comerciantes, aventureiros e apesar das diversas dificuldades que apresentava, era o meio mais rápido de se cumprir o trajeto Curitiba – Litoral durante a época colonial, por volta de 1625. Sendo assim, foi por muitos séculos, a principal ligação entre a planície litorânea e o alto planalto paranaense, desde o século XVII até a conclusão da Estrada da Graciosa em 1873 e a efetivação da Estrada de Ferro Curitiba – Paranaguá em 1885.

Seu trajeto iniciava no atual Largo Bittencourt (Círculo Militar), seguindo em direção leste passando pelo Bairro Alto, rio Palmital, Borda do Campo e adentrando-se na Serra do Mar Paranaense.  Quase todo seu percurso é pavimentado com pedras, colocadas por escravos no período de 1625 – 1654 e apesar do calçamento original ser atribuído aos padres jesuítas, afirma-se que o dinheiro investido no Caminho do Itupava foi arrecadado através de uma espécie de pedágio da época, denominado “barreira”, construída nas margens do rio que deu nome ao caminho, o Rio Itupava.

Calçamento Original do Caminho do Itupava

Calçamento Original do Caminho do Itupava

 

O capital cobrado dos tropeiros e viajantes era destinado à manutenção do trecho serrano que, devido ao relevo acidentado, encarecia de estrutura. Seu ponto final é onde os rios Mãe Catira e Ipiranga se encontram e formam o Rio Nhudiaquara, onde os usuários do caminho seguiam pelos rios com pequenas canoas para Morretes, Antonina e Paranaguá, as principais cidades do litoral do Paraná que atualmente atraem muitos turistas devido ao seu charme, tranqüilidade e suas características históricas, culturais e gastronômicas, principalmente!

O trajeto proporciona contato íntimo com a natureza exuberante da Serra do Mar, passando por riachos de águas límpidas, árvores gigantescas, bromélias e orquídeas das mais variadas espécies, borboletas, pássaros, pequenos animais, belíssimas cachoeiras, paisagens maravilhosas e o prazer indescritível de caminhar na mata fresca e sombreada do trecho de Mata Atlântica mais preservado do Brasil.

Caminho-do-Itupava-Serra-do-Mar-Início

Caminho do Itupava: contato com a natureza exuberante da Serra do Mar e belíssimas

Além das paisagens naturais, os visitantes também podem contemplar as belezas construídas há muitos anos como o Santuário de Nossa Senhora do Cadeado, a Casa do Ipiranga, a Estação Marumbi. Em Quatro Barras, o Itupava é reconhecido como um dos principais pontos de visitação, fazendo parte do Roteiro Caminhos Históricos da Serra, juntamente com atrativos como a Estrada da Graciosa e o Morro do Anhangava, um dos principais campo-escolas de escalada do Brasil.

Galera-Casa-do-Ipiranga-Caminho-do-Itupava3

Casa do Ipiranga

Há diversas opções para fazer o Caminho do Itupava. No início deste ano, fiz o caminho com alguns amigos e iniciamos nosso passeio bem cedo. Saímos de Curitiba com destino a Quatro Barras, cidade da região metropolitana de Curitiba onde o caminho começa.  Iniciamos nosso no momento em que o sol nascia e foram aproximadamente 7 horas de contato próximo com a natureza exuberante da Serra do Mar contemplando belíssimas paisagens, caminhando intensamente pelas trilhas incertas, íngremes e escorregadias do Caminho do Itupava e passando pela Casa do Ipiranga, a roda d’água de uma antiga usina (hoje desativada), Santuário de Nossa Senhora do Cadeado até nosso destino final, a Estação Marumbi.

Descanso-Cadeado

Pausa para foto e descanso em Nossa Senhora do Cadeado

O Caminho do Itupava não é bem sinalizado e, portanto, deve-se tomar muito cuidado e atenção durante o percurso. Há trechos muito íngremes e escorregadios, principalmente o trecho conhecido como “Caminho do Sabão”, nome sugestivo e auto-explicativo: cuidado, você estará sujeito a quedas e acidentes, que apesar de proporcionarem risadas e momentos de descontração ao grupo devido aos tombos e escorregões, dificultam e podem tornar o restante do passeio complicado!

Estação-Marumbi

Estação Marumbi, Serra do Mar – Paraná, Brasil

Na Estação Marumbi, pegamos o Trem da Serra do Mar e voltamos para Curitiba contemplando mais belas paisagens. Foi uma combinação perfeita e que apesar de cansativo, foi um passeio muito interessante e divertido. Recomendo a todos!

Você pode saber mais sobre o Passeio de trem e o Caminho no Itupava em nosso Canal do Youtube! Assista, compartilhe e faça sua reserva!

Para maiores informações e dicas sobre o Caminho do Itupava, entre em contato conosco por e-mail info@specialparana.com ou por telefone (41) 3232-1314. Conheça o Paraná com quem mais o conhece!

Quer mais dicas como essa? Baixe nosso Guia Curitiba, é gratuito!

chamada-guia-curitiba-2017

Fonte: o²expedição – cicloturismo | G1.Globo.com | Agora Paraná

Fotos: Juliano Vieira